25.maio.2018

Salar de Uyuni, Bolívia

BolíviaDestinos

Hoje vou terminar de contar a minha aventura pela Bolívia, caso não tenha lido o primeiro post, veja aqui.

Depois de 2 dias no Deserto do Atacama, parti para o Salar de Uyuni (deserto de Sal), na Bolívia novamente. Foi um passeio de 3 dias e 2 noites, é uma aventura do começo ao fim, mas vale cada segundo.

O passeio é em um jipe, com 4 a 5 pessoas e o motorista. O meu motorista era um jovem boliviano, chamado Jonathan. O primeiro dia paramos em lagos lindos, com muitas cores incríveis, flamingos e cactos. Nunca tirei tantas fotos em um dia só!

O café da manhã era no meio do deserto, e acredite, com comidas gostosas. O almoço foi em um alojamento, e tudo era preparado pelo Jonathan. Comida simples, mas bem saborosa!

O jipe

A primeira noite, ficamos em um alojamento que era uma casa. O que foi super divertido, pois tinham várias pessoas, de outros jipes, de diferentes países. Muitas risadas e trocas de experiências. Dormi no mesmo quarto que os meus colegas de carro (novamente, não é uma viagem para quem gosta de um super conforto).

Seguimos pela manhã para o restante do passeio, no meio do caminho, muitas lhamas e vegetação. Logo nos deparamos com o Deserto de Sal: incrivelmente lindo! Uma imensidão branca, que no final se junta com o céu azul (mais fotos!).

Naquela noite dormimos em um hotel que tudo era feito com sal, móveis, paredes, tudinho. Super confortável, só o banho que era cronometrado (7 minutos), mas com água quente. No outro dia seguimos para a cidade Potosí, onde pegamos o nosso ônibus para La Paz para voltar para o Brasil.

A Bolívia é incrível, uma experiência única!

Dicas Clique e Viaje:

Documentação | A Bolívia exige o certificado internacional de vacinação contra a febre amarela.
Os brasileiros podem embarcar apenas com RG original, em bom estado e com até 10 anos de emissão.
Atenção: Caso você faça conexão em outro país a documentação exigida pode mudar.

Seguro Viagem | Dispor de seguro médico internacional válido no território boliviano é condição essencial se você deseja visitar o país.

Quer dicas de onde ser hospedar em Uyuni? Fale com a gente!

17.maio.2018

Bolívia, Peru e Atacama = lhamas, cactos, flamingos, desertos e muita coisa linda!

BolíviaDestinosTodos

Esse roteiro é incrível, com paisagens e passeios inimagináveis. De lembrar, tenho vontade de voltar. Mas já aviso antes de começar a escrever, realmente é para quem gosta de viagens sem um super conforto, já que foram três países apenas de ônibus, além dos hostels no meio de desertos.

Foram 13 dias de viagem. Vamos começar pela Bolívia!

Desembarquei em La Paz, a capital do país. Comecei a viagem com aventura, já que no aeroporto não carimbaram o papel de entrada (falta de organização), portanto, dica: façam questão de carimbar, procurem o responsável no aeroporto mesmo. Por conta disso, no primeiro dia já fiz uma visita ao consulado da Bolívia para que pudessem legalizar minha situação, se você não tiver com esse carimbo de entrada no país, você terá que pagar uma multa para sair da Bolívia.

La Paz é uma cidade de trânsito caótico, bolivianas fofas vestidas com suas roupas coloridas (cholas) e gastronomia boa, além da altitude e o tempo seco (vá preparado com soro e hidratantes).

La Paz

Para conhecer tudo isso, vale a pena fazer o “Walking Tour” no centro da cidade, geralmente, no hostel ou hotel você consegue mais informações. O tour vai te apresentar a Catedral Metropolitana, o presídio que possui uma ala como se fosse um hotel para os presidiários com muito dinheiro, além da rua com lojinhas para você comprar souvenires.

Ainda na Bolívia, fomos para Copacabana (aí começou o nosso trajeto de ônibus), uma cidadezinha praiana, cheia de restaurantes gostosos, com muito frutos do mar. Como fui no inverno, à noite estava bem frio, mas foi delicioso tomar um vinho regional.

Copacabana

No outro dia segui de barco para a Isla del Sol. Chegando lá, você tem a opção de atravessar a ilha a pé ou de barco. Tive a ousadia de fazer uma caminhada de 5 horas, muito cansativa, mas com uma paisagem maravilhosa. Consegui ver o Lago Titicaca inteiro lá de cima, que coisa mais linda!

Vista para o lago Titicaca

Chegando ao outro lado da Ilha, almoçamos com vista para o lago, uma comida regional e para acompanhar uma cervejinha boliviana. Passei a noite por lá em uma hospedagem com valor super acessível.

No outro dia voltei para Copacabana, de lá peguei um ônibus para o Peru. Uma experiência impagável: ter que descer do ônibus na Aduana Boliviana e Peruana, como nos filmes.

Vou continuar o roteiro em outro post, fique ligado!

Dicas Clique e Viaje:

Documentação | A Bolívia exige o certificado internacional de vacinação contra a febre amarela.
Os brasileiros podem embarcar apenas com RG original, em bom estado e com até 10 anos de emissão.
Atenção: Caso você faça conexão em outro país a documentação exigida pode mudar.

Seguro Viagem | Dispor de seguro médico internacional válido no território boliviano é condição essencial se você deseja visitar o país.

Transporte | Público ou Taxi.

Deixe seu mochilão com a gente!

Boa viagem!

INSTAGRAM
@cliqueeviaje


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/cliqueev/public_html/wp-content/themes/cliqueeviaje/inc/nexo-init.php on line 343